sexta-feira, 17 de abril de 2015

Game of Thrones - O que os meus olhos andam a ver

Boa tarde, caros Soberanos!
Eu sei que já quase passou uma semana desde que saíram os primeiros episódios da série Game Of Thrones, mas só agora tive oportunidade de a ver, e vim cá dar a minha opinião.


AVISO - contém spoilers!


 

Pela primeira vez, nesta temporada, vemos os Jardins de Dorne. Sinceramente, estava à espera de algo mais... estrondoso!

 

Da família Lannister, poucos são os que safam, de quem eu gosto. E a Cersei é, sem dúvida, dos que ainda estão vivos, a que eu menos gosto. Adoro o Tyrion, acho que toda a gente gosta da sua inteligência e ironia (espero que as coisas melhorem para o lado dele), o Jaime foi melhorando e agora até simpatizo com ele. Mas aquela Cersei... não vai lá nem com nada! Próxima a morrer, please, que cheio de mortes injusta está a série cheia, não precisámos de mais.

 

Quanto à nossa rainha Targaryen, a Daenerys, a coisa parece estar a ficar negra...
Os homens da máscara dourada andam a causar o caos lá na cidade, e o decapitação que ela fez não veio nada ajudar à festa! E a sua relação com os dragões anda muito má. Eles já não lhe obedecem, o Drogon já quase nem dá sinais de vida, e ter prendido os outros dois também não ajudou em nada. Só os virou mais contra ela.


Acho que toda a gente adora a família Stark. E cada morte dos membros desta família, se torna uma morte injusta. Logo a começar com o Ned.
A traição dos Bolton também não foi nada bonita de se ver. Uma chacina num casamento?
E como é que agora o Mindinho consegue ser tão mesquinho e prometer a Sansa ao doentio do Ramsay? Fazê-la casar e morar com as pessoas que mataram o seu irmão? A sua mãe? Que os traíram? E ele, que se dizia amar tanto a Catelyn, quer ver a filha dela casada com os seus assassinos?
Pobre Sansa...


Continuando com os Stark, a pequena Arya demonstra ser extremamente inteligente, destemida, determinada, impiedosa, e com uma sorte dos diabos! Mas a sua jornada não está a ser fácil. Tem sempre que abrir mão daquilo que gosta para sobreviver. Da sua família, do seu lobo, adora de todos os seus pertences, incluindo a Agulha que ela tanto adoro e que foi uma oferta carinhosa do seu irmão. Espero que as coisas melhorem para os lados dela.


E falando de outro Stark, Jon Snow! Foi triste a morte da sua amada selvagem. Mas ele demonstrou ser uma pessoa forte! De uma forma despercebida, ele mostra ser um grande líder e guerreira, Coisa que pudemos constatar agora com a sua nomeação para Comandante da Patrulha da Noite. E ele, tal como o seu pai, parece ser um homem justo e bravo. Espero não me desiludir.

 

Voltando aos Bolton, e falando de Theon Greyjoy.
Não gosto nadinha de nenhum dos Bolton, e o pior deles todos é mesmo o Ramsay. Theon, por mais que tenha sido um traidor, não merecia ser torturado daquela maneira. Ele massacrou-o tanto fisicamente... Mas o pior é mesmo a tortura psicológica que ele está a sofrer. Ser tratado pior que um animal, sendo chamado de Fedor. E, neste momento, acho que é uma personagem que não está ali a fazer nada. Tem medo do seu próprio nome. A família virou-lhe as costas... Acho que a morte dele seria uma bênção para esta personagem.


Outro que não gosto nada é do Stannis Baratheon, que se diz ser o único rei, o verdadeiro herdeiro. Até pode ser, mas aquela Red Woman, a Melisandre, dá-lhe completamente a voltinha à cabeça, lá com a lengalenga do Deus da luz!
E gostei imenso de ver o Jon Snow a resistir a ela! Habituada a bastar desapertar a sua capa e a ter tudo o que quer de um homem, teve ali um Homem com "h" grande!


Esta não faz o meu tipo de séries, e, de vez em quando, até me sinto entediada a vê-la, mas não consigo parar. Tanto enredo, tanta história, tantas personagens marcantes e apaixonantes... Viciante!
E vocês? Que estão a achar desta 5ª temporada?

Sem comentários: