sábado, 4 de abril de 2015

Imaginação Solta #2


Amor à primeira vista


Chovia. Estava a regressar a casa. O meu dia não tinha corrido da melhor forma. Estava abatido. Até que a vi! Ambos esperávamos que a luz verde se acende-se. Ambos protegidos pelo guarda-chuva. Mesmo sem o Sol a brilhar, ela parecia que brilhava. Pelo menos o meu dia iluminou! 
Fixei o meu olhar nela. Morena, de cabelos negros que lhe caiam sobre os ombros. O seu olhar estava distante, como se olha-se o infinito. O seu corpo era esbelto. Vestia um vestido que lhe assentava na perfeição na sua cintura fina. Ela olhou-me. Senti-me embaraçado, porém incapaz de desviar o olhar. Ela sorriu. O meu interior vibrou. Sorri de volta. O seu olhar era fascinante! Não eram os seus olhos verdes que me encantavam. Era a maneira como ela me olhava. Como se me chama-se para ela. 
O sinal mudou. Ela avançou no seu passo dançante, sempre com seu olhar fixo no meu e o meu no dela. Ela continuava com aquele sorriso fascinante a emoldurar-lhe o rosto. Deixei-me estar imóvel. Ela avançava. O meu coração acelerava. Ela aproximava-se. O meu estômago revirava. Ela continuava. O meu olhar não se desprendia do dela. Ela estava cada vez mais próxima de mim. Vinha na minha direcção. Eu esperava-a. Metros. Centímetros. Os nossos olhares presos um no outro. Senti a sua mão na minha. Fechei-a. Ela continuou a avançar. E eu deixei-me ir, arrastado por ela, e para ela...


Mafalda Alves

Sem comentários: