domingo, 26 de abril de 2015

Sem definição - Imaginação Solta

Não. Não há palavras para dizer o que sinto. Simplesmente, gosto de ti, percebes? E é daquele tipo de sentimentos que parece que não cabem dentro do peito. Já sentiste isso? Sim, é isso mesmo. É aquele sentimento que nos sufoca, que fica preso na garganta, e que não há palavras suficientes para o libertar. Que te enche o peito de tão grande que é! Já sentiste isso? Pois, eu já. E ainda sinto. E gostava de, neste preciso momento, poder deitar tudo cá para fora, mas não sai. Acho que podia estar aqui 1h seguidinha a falar para ti, que continuaria a não encontrar as palavras certas.
Dizer que te amo? Oh, sim, amo, amo mesmo. Mas até o verbo amar é insuficiente. Como é que isto é possível... Tantos verbos... gostar, admirar, honrar, venerar, adorar, amar... E nenhum descreve realmente tudo aquilo que sinto por ti. Será aquele tipo de amor incondicional? Não sei... Só sei que este sentimento não tem definição.

Sem comentários: