sexta-feira, 7 de agosto de 2015

"Miúda Online" - Opinião

As expectativas que eu tinha para este livro eram grandes. Pelas opiniões que eu via pela internet e por causa da sua sinopse, que demonstrava haver um grande mistério. Algo bastante interessante.
Mas enganei-me.

3/5
 
 
Edição/reimpressão:2015
Páginas: 312
Editor: TopSeller
 
Sinopse:
Penny é uma jovem igual a tantas outras que, sob o pseudónimo de «Miúda Online», partilha num blogue os seus sentimentos sobre amizades, rapazes, as loucuras da sua família e a dura realidade dos seus ataques de pânico cada vez mais frequentes.
Quando as coisas pareciam não poder piorar, Penny é arrastada pela família para Nova Iorque, onde acaba por conhecer Noah: um jovem americano, guitarrista, lindo de morrer. E assim, sem qualquer aviso, Penny apaixona-se e vai partilhando online todos os momentos do seu novo amor.
Mas Noah também tem um segredo, que pode revelar a verdadeira identidade de Penny, e afastá-la do seu maior amigo para sempre.




A Minha Opinião

Como disse, estava com grandes expectativas para este livro e desiludiu-me.
Ao início estava mesmo a fazer um esforço para o ler.
Achei tudo demasiado ridículo.
A Penny é uma miúda extremamente desastrada, até demais, sinceramente, podiam ter moderado um bocado aquilo, que se esconde atrás do blogue com o nome de Miúda Online. E, dum dia para o outro, o blogue cresce 8000 seguidores!
O facto de ser escrito em inglês até pode ser uma mais valia para o sucesso, mas continuo a achar isto um enooooorme exagero!
E há mais exageros nesta história toda. Pelo menos, a meu ver.
E depois ela tem uma amiga que é uma cabra e, em vez de se afastar dela, convida-a para ir lá dormir a casa. Esperança de recuperar o que tinham. Ingénua e burrinha que até dói!!

A coisa melhora com a sua viagem até Nova Iorque e com o aparecimento de Noah (que foi o que salvou este livro e me fez dar 3 estrelas, em vez de 2, só porque 1 parecia mal).
É giro ver a maneira como eles se conhecem, ver a relação deles a desenrolar e a crescer. Ele é extremamente fofo! *-*
E tem momentos bem queridos entre os dois. Tudo muito romântico, superficial e perfeito.
É nesta altura que começo, finalmente, a sentir algum carinho pelas personagens. 

A escrita é simples, divertida (ri-me algumas vezes) e juvenil.  
Só é pena conseguirmos facilmente antever o que vai acontecer. Está tudo lá, à frente dos olhos da Penny. Só ela é tão tapadinha que não vê!
E perto do fim deu-me um aperto no coração. Mas tudo se resolveu. Ufa!!!

Apesar disto tudo, sei que sou eu que me tornei demasiado exigente com as minhas leituras.
Portanto, afastando-me disso e vendo por outra perspectiva, acho que este é, sem dúvida, um livro bastante indicado para uma jovem adolescente. Já para não falar nas coisas que aprende a ter cuidado com o mundo viral da internet.


Citações que destaco:
Mas depois comecei a pensar se por vezes as nossas amizades não serão um pouco como a roupa e que, quando começam a ser desconfortáveis, não é por termos feito alguma coisa errada. Significa que crescemos demais para elas.
Pág. 66

- Acho que é isso que tu podes ser para mim.
- O quê? Uma feiticeira?
- Não! O meu momento de viragem.
Pág. 151

O Príncipe Encantado não desistiu da Cinderela, pois não? Continuou a procurar sem parar, até voltar a juntar-se a ela através do sapatinho.
Pág. 157


Agora deixo-vos com a opinião da Joca, do canal do youtube Little House of Books. Uma opinião diferente da minha, portanto, acho que vale a pena verem :)

1 comentário:

Tim disse...

vai haver o 2º livro :S