segunda-feira, 30 de novembro de 2015

"Misery", de Stephen King - Opinião







Sobre o livro

O livro conta-nos a história de Paul Sheldon, um famoso escritor de romances cor-de-rosa, especialmente conhecido pela sua série que conta história da incrível Misery!
Porém, um dia, ele resolve que já chega de estar sempre ligado a Misery, Está na hora de pôr um ponto final nela, e partir para novas histórias, novas aventuras, "matando" assim a Misery.
Após o seu ritual habitual após terminar um novo livro, na sua viagem de regresso, ele sofre um terrível acidente, sendo salvo pela ex-enfermeira Annie Wilkes, a sua fã nº 1!
Annie leva-o para sua casa e aí ele vê-se completamente dependente dela. Gravemente ferido, de pernas partidas e incapaz de andar, já para não falar de estar completamente viciado na sua droga para as dores, o Novril, ele não tem outra escolha senão permanecer ali, sobre os cuidados da psicopata Annie, que está furiosa por ele ter acabado com a vida de Misery. E, se ele quer sobreviver, se tem esperança de sair dali vivo, terá que aprender a lidar com o fanatismo e obsessão de Annie e de fazer todas as suas vontades, sendo assim obrigado "ressuscitar" Misery, der por onde der!


A Minha opinião

A Annie é completamente doida! Demoníaca! Assustadora! E faz o Paul passar por situações horríveis, nojentas e humilhantes. Ele teve tanto estômago... 

Este foi o primeiro livro que li do tão adorado Stephen King e... desiludi-me.

A história é óptima! King teve uma cabeça brutal para conseguir descrever tudo tão bem! De uma forma tão chocante! E de uma complexidade... 
Por 3 vezes que fiquei completamente agoniada! 
Mas o início do livro é tão, mas tão lento... Tudo o que está lá é preciso, sim, mas ele podia ter resumido. Torna-se massador!
O livro só melhora na segunda parte, já passamos nós da pág 150. E volta e meia, lá volta ele a alturas mais massadoras. E havia coisas que ele podia ter aprofundado, que eu gostava que tivesse aprofundado, como o passado de Annie, por exemplo, e o autor não o fez :/

Ele é incrível para descrever os locais, os sentimentos, o ambiente. Ele descreve tão, mas tão bem o que o Paul sente... E os cheiros. E as sensações que eles dão. É tudo perfeito!
A história é incrível e a cabeça de Annie é tão, mas tão complexa... Mas King soube simplificar. Soube fazer com que a compreendêssemos. Compreendêssemos a mente dela. Ela é instável, imprevisível, assustadora! E King soube transmitir-nos incrivelmente bem isso.
Mas esperava que me prendesse mais. De o ler empolgada! E isso não aconteceu...

Foi uma leitura lenta e arrastada, e foi isso que me fez não gostar do livro. Porque a escrita do autor e a história são do melhor! Super cativantes! E foi isso que me fez não desistir dele.
Por isso, darei outra oportunidade a Stephen King, através dos livros "Boleia Arriscada", que é um livro de contos, e através do seu mais recente editado em Portugal, "Joyland".
Espero, desta vez, ter uma melhor experiência com este autor, que tanta gente adora :)

Foram umas 3 estrelas muito fraquinhas, com muita pena minha...



Classificação:  3 estrelas - Foi mais ou menos






http://4.bp.blogspot.com/-O-C5aLGz8vU/Ui4Lj_QghCI/AAAAAAAAG9Y/BCpbcJA45UU/s1600/Misery.jpg
Misery
Livro de Bolso
de Stephen King
 
Edição/reimpressão:2013
Páginas: 480
Editor: 11 X 17
ISBN: 9789722527118
Preço: 9,00€ (à data do post)


(20% de desconto)
 
 
 
Sinopse
Paul Sheldon é um famoso escritor de romances cor-de-rosa, tornado célebre pela personagem principal das suas obras, Misery Chastain. Porém, Sheldon entendeu que estava na hora de virar a página e decidiu «matar» Misery.
É então que sofre um terrível acidente de viação e é socorrido por Annie Wilkes, uma ex-enfermeira que o leva para sua casa para o tratar. O que Paul não sabe é que Annie, a sua salvadora, é também a sua maior fã, a mais fanática e obcecada de todas — e está furiosa com a morte de Misery.
Ferido e incapaz de andar, totalmente à mercê de Annie, Paul é obrigado a escrever um novo livro para «ressuscitar» Misery, como uma Xerazade dos tempos modernos nas mãos de uma psicopata tresloucada que há muito deixou de distinguir a realidade da ficção.
Repleto de complexos jogos psicológicos entre refém e captor, Misery é uma obra de suspense e terror no seu estado mais puro.
 
 
 
Sobre o Filme
 
A base da história está lá, e as personagens foram super bem retratadas. Porém, muita, mas muita coisa foi mudado. Especialmente, uma parte que me agonizou foi removida do filme, e as outras duas alteradas. 
Apesar de ser um filme já com uns bons aninhos vê-se super bem, não o achei nada massador, e achei que tudo foi muito bem representado.
Vale a pena assistir :)
 

http://ecx.images-amazon.com/images/I/51b7IgWpV4L._SY355_.jpg

(procurei um trailer, mas não encontrei :/) 
 
 
 
Mais opiniões do livro, no BookTube

  • Canal Confissões Literárias

 

  • Canal Little House of Books


  • Canal The Fond Reader






Até à próxima,
Boas Leituras!* :)

1 comentário:

Sara Berbigão disse...

Olá :)
Que pena que não gostaste muito do livro.
Pode ser que os outros do autor te agradem mais.
Beijinhos e boas leituras